terça-feira, 3 de maio de 2016

POBRE ALIMÁRIA

O cavalo e a carroça
Estavam atravancados no trilho
E como o motorneiro se impacientasse
Porque levava os advogados para os escritórios
Desatravancaram o veículo
E o animal disparou
Mas o lesto carroceiro
Trepou na boléia
E castigou o fugitivo atrelado
Com um grandioso chicote


Oswald de Andrade. Postes da Light. Pau-Brasil (1925)